Notícia de Jaboticabal
Ponte de corrego Rico volta a ser pauta do Jornal da Clube
Postado em 14/05/2022

Ponte de corrego Rico volta a ser pauta do Jornal da Clube

A ponte de Córrego Rico foi tema de nova reportagem do Jornal da Clube. A ponte continua interditada com pedras e tubos de cimento.
Famílias que moram na área rural cobram mais uma vez do executivo a realização deste projeto. A ponte está com tábuas desniveladas, rachadas e sem proteções laterais.
Em dezembro do ano passado, a interdição foi feita pela prefeitura.
"Eu cobrei o prefeito Emerson pelo Facebook, Instagram, e o que ele fez? Me bloqueou, não tenho resposta. Ainda tira sarro da cara da gente, fala que se a gente continuar cobrando, vão vir arrancar as tábuas. Que direito ele tem de fazer isso com a gente daqui?" - disse a moradora Maísa Mota.
Em janeiro deste ano, o pai de Maísa caiu dessa ponte. Seu Marcos, de 53 anos, sofreu ferimentos graves no rosto e no corpo, quebrou o nariz, os ossos da face, os dentes, machucou a perna e o joelho. No dia da matéria do Jornal da Clube, seu Marcos não estava presente porque estava no médico. Segundo a esposa de seu Marcos, dona Rosana, seu marido terá que fazer implante na boca, reconstrução da gengiva, tem dor no braço, no rosto, quebrou o punho e toma muitos remédios para a dor.
"Se o prefeito tivesse arrumado a ponte, ele não teria caído. Se ele... porque ele veio aí e alegou que... se era verdade que meu marido estava bêbado. Meu marido não estava bêbado, ele estava trabalhando", desabafa dona Rosana.
A vereadora Dra. Andrea Delegada (PSC) mostrou à reportagem do Jornal da Clube vários requerimentos encaminhados ao poder executivo que cobram a construção da ponte, já há bastante tempo.
O recurso de R$267.000 foi uma conquista do deputado federal Ricardo Silva (PSD), através de solicitações da vereadora Dra. Andrea. O recurso foi publicado no diário oficial em janeiro de 2021.
Segundo a vereadora, a secretaria de obras afirmou que a ponte estaria pronta agora em abril de 2022.
"Infelizmente não ficou pronto. Vamos continuar lutando e fiscalizando para que essa ponte possa vir a ser construída no distrito de Córrego Rico".
A prefeitura de Jaboticabal esclareceu que foi necessário a contratação de uma empresa terceirizada para a realização do projeto dessa ponte. Garantiu que após a apresentação feita pela empresa vencedora, a secretaria do planejamento encaminhou para a Caixa Econômica Federal e agora aguarda a liberação para dar início às obras. A prefeitura não informou quando as obras devem começar.
O advogado Carlos Manella deu entrevista ao Jornal da Clube sobre o tema.
A vereadora Dra. Andrea publicou sobre a reportagem em suas redes sociais.
"Fui procurada mais uma vez pela TV CLUBE BAND para dar explicações à população a respeito da construção da Ponte do Distrito de Córrego Rico.
Como sabem, Dep. Federal @ricardosilva encaminhou, a meu pedido, a verba no valor de R$267 mil em janeiro do ano passado, para ser usada em estradas rurais.
Em comum acordo com o Prefeito, pedi para que fosse usada no distrito, pois havia uma necessidade antiga de se fazer uma nova ponte no local.
Desde então começou uma novela que parece não ter fim. Enviei um requerimento ao secretário de Obras que me garantiu que o final de abril a conclusão completa do processo. O que não aconteceu.
Me entristece ainda mais ver a forma como esses moradores estão sendo tratados.
Deixo claro mais uma vez que, a função do vereador é AJUDAR CONSEGUIR O RECURSO E FISCALIZAR, e isso eu estou fazendo!
Executar é com a prefeitura, e sim, eu vou continuar fiscalizando pois se o prazo de prorrogação pedido pelo Prefeito não for cumprido, podemos perder esse recurso que conquistamos com tanto esforço!"
Créditos da reportagem: Jornal da Clube

.

Video (do Facebook)






Jornal Cidades ⓒ Copyright 2022