Jaboticabal utiliza drone no combate ao mosquito Aedes aegypti

Jaboticabal utiliza drone no combate ao mosquito Aedes aegypti

Jaboticabal utiliza drone no combate ao mosquito Aedes aegypti

Campanha publicitária “Fica de olho e não mosca” chama a sociedade para
a responsabilidade compartilhada

A Prefeitura está fechando o cerco contra o mosquito transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela. Só nesta semana, um mutirão movimentou o Parque 1º de Maio e as equipes da Secretaria de Saúde e de Meio Ambiente iniciaram o uso de drone para visualizar focos nos telhados.

Para o secretário de Saúde, João Roberto de Souza, a tecnologia agiliza o trabalho. “Nossa equipe não precisa subir em todos os prédios para verificar se existe ou não água parada. Com o drone, visualizamos quais estão com problemas e agimos no local correto. Iniciamos pelos prédios públicos e, em seguida, vamos analisar as residências e empresas”, esclarece.

A estratégia foi definida pelos especialistas da Sala de Situação da Dengue, que se reúnem semanalmente. A força tarefa conta com representantes das áreas de saúde, comunicação, obras, meio ambiente, negócios jurídicos e fiscalização. “Vamos ampliar o uso de drone e de mutirões nos próximos dias, mas a participação da população é fundamental. Pedimos mais uma vez para todos olharem nos locais estratégicos, como nos quintais, atrás da geladeira, pratinhos dos animais, etc”, solicita um dos coordenadores das ações, José Carlos dos Santos (Cafu).

Conscientização – Uma nova campanha publicitária ganhou as ruas de Jaboticabal desde novembro. “Fica de olho e não mosca” aborda a presença invisível do Aedes aegypti nas residências, trazendo cenas do cotidiano das famílias. Divertida, chama a sociedade para a responsabilidade compartilhada.

As peças mostram o mosquito morando sem pagar aluguel, nadando na piscina sem ser convidado para o churrasco, bebendo a água do bebedouro sem ser o animal de estimação, subindo na caixa de água sem ser o encanador e aparece até como um penetra em um evento ao mergulhar nas garrafas.