CEI da Câmara de Jaboticabal vira caso de policia

CEI da Câmara de Jaboticabal vira caso de policia

A policia foi acionada na Câmara Municipal depois que os vereadores Pepa Servidone e Dinei valencio tiveram negados os pedidos de informações de documentos dos contratos que estão sendo investigados.

Pepa Servidone e Dinei valencio fazem parte da comissão, que pretende apurar possíveis irregularidades em procedimentos licitatórios além de indícios de superfaturamento nos contratos administrativos: Open Legis Informática (tv/web, prestação de serviços SAPL gestão de processos legislativo), Expand Consultoria e Assessoria, e TMO Consultoria e Assessoria. ]

Segundo o presidente da Câmara a assinatura de um dos contratos já foi adiado, e espera parecer do ministério público. Outros dois contratos estão sendo investigados, num valor que chega a 20 mil reais mensais, para serviços de web site e transmissão de sessão. As duas empresas recebem este valor pelos serviços. Só pra população ter idéia a Câmara de Guariba paga para manter os mesmos serviços 3.700. Ou seja a Câmara de Jaboticabal gasta 5 vezes mais pelo serviço. Embora não possamos falar em superfaturamento o que se vê é que a câmara gosta de comprar os produtos de melhor qualidade, e com isso gastar dinheiro público a vontade.

OUÇA O QUE DIZ O PRESIDENTE DA CÂMARA:


NOTICIAS RELACIONADAS