• Home »
  • Matao Taquaritinga »
  • O serviços do SAMU e os ESF voltam a ser realizados pela Prefeitura de Matão e o SAMU ganhará um novo endereço.
O serviços do SAMU e os ESF voltam a ser realizados pela Prefeitura de Matão e o SAMU ganhará um novo endereço.

O serviços do SAMU e os ESF voltam a ser realizados pela Prefeitura de Matão e o SAMU ganhará um novo endereço.

SAMU mudará de endereço a partir do dia 30 de outubro; ESF estará com equipe normalizada até segunda quinzena de novembro

O contrato entre a Prefeitura de Matão e Hospital “Carlos Fernando Malzoni” referente aos serviços prestados pelo SAMU e Estratégia Saúde da Família (ESF) foi encerrado na quarta-feira (16). Com a mudança, o Executivo precisou contratar enfermeiros, técnicos de Enfermagem, médicos e condutor socorrista. Para isto, no mês de julho deste ano, a Prefeitura realizou Concurso Público para contratação dos profissionais. Além disso, também precisará de um novo prédio para o SAMU a partir de 30 de outubro, porque o antigo local é de propriedade do Hospital. A nova sede ficará localizada na Rua São Lourenço, 1736, no IV Centenário, e já está recebendo os últimos reparos e adequações.

Dr. João Guimarães, secretário de Saúde, explica todo processo realizado para a retomada dos serviços pela Prefeitura de Matão. “Já tínhamos entrado em negociação com a prorrogação do contrato para que tivéssemos tempo de nos preparar para a volta do ESF e SAMU para o Executivo. Então, realizamos os Concursos Públicos para que os novos profissionais assumam as vagas deixadas pelos socorristas do Hospital e também precisamos mudar a estrutura física do SAMU porque o Hospital vai utilizar o prédio antigo para aumentar os serviços de hemodiálise a partir de novembro. Quero destacar que os novos contratados do SAMU já estão em treinamento na central regional de Araraquara para que estejam aptos a desempenhar suas funções até dia 30 de outubro ainda na unidade localizada no Hospital’, fala.

Segundo Dr. João, burocraticamente, a contratação dos profissionais não é simples e todos precisam apresentar a documentação correta exigida no edital do Concurso Público. “Como são serviços básicos, fundamentais e de urgência, precisamos fazer uma contratação responsável e dentro do que pede a legislação, por isso, é um processo um pouco demorado e complicado, até porque ainda tem o treinamento depois de efetivada a contratação. Porém, já temos 10 profissionais aptos trabalhando na unidade do SAMU que ainda está no Hospital e passará para o novo prédio a partir do dia 30 de outubro. Lembrando que, atualmente, o SAMU possui cinco viaturas, sendo duas unidades de suporte básico, duas reservas técnicas e uma UTI, e 38 funcionários divididos em categorias, os quais serão substituídos na mesma quantidade pelo Executivo”, diz.

Quanto às Estratégias Saúde da Família (ESF), o secretário destaca que são unidades de atendimento básico de Saúde nos bairros periféricos da cidade, ou seja, serviços fundamentais para a população. “A estrutura física dos ESFs é da Prefeitura de Matão, então, serão mantidas nos mesmos locais. Apenas os profissionais serão modificados e contratados por meio do Concurso Público, que já foi realizado, mas foram contratados apenas enfermeiros e médicos, porque, infelizmente, a empresa teve problemas com as provas dos técnicos de Enfermagem, então, as avaliações serão realizadas novamente neste final de semana. Portanto, até finalização desta nova prova e divulgação dos resultados, as equipes ficarão com médicos e agentes de Saúde. Quero fazer uma observação que, por enquanto, os atendimentos de curativo e medicação intramuscular não serão realizados nos ESFs e os pacientes que precisarem destes serviços serão encaminhados para as Unidades Básicas de Saúde (UBS)”, relata.

Por fim, Dr. João salienta que até o início da segunda quinzena de novembro os ESFs estarão com as equipes completas para atendimento da população. “Em reunião com os profissionais que ficarão nas unidades, eu pedi para que tenham atenção redobrada neste período de reorganização para que ninguém sofra com falta de atendimento. Por isso, peço para que a população entenda nossa situação e fique tranquila, porque continuaremos com o atendimento e tudo será normalizado até a segunda quinzena de novembro”, conclui.

Fonte: http://novo.matao.sp.gov.br