• Home »
  • Jaboticabal »
  • Dois vereadores de Jaboticabal votam contra a participação da cidade no caminho da fé
Dois vereadores de Jaboticabal votam contra a participação da cidade no caminho da fé

Dois vereadores de Jaboticabal votam contra a participação da cidade no caminho da fé

Enquanto O prefeito José Carlos Hori está empenhado em inserir Jaboticabal no Caminho da Fé, um trajeto de peregrinação em direção ao Santuário Nacional de Aparecida, dois vereadores da cidade votaram contra a participação da cidade. Os vereadores Beto Ariki e o vereador Paulo Henrique votaram contra . Questionado sobre votação o vereador Beto Ariki diz que se enganou;

O jornal Cidades não conseguiu contato com o vereador Paulo Henrique .

AFINAL O QUE LEVA VEREADORES A VOTAR CONTRA PROJETOS IMPORTANTES ASSIM???

SOBRE O CAMINHO DA FÉ – As caravanas passam por várias cidades em busca pontos de apoio e infraestrutura, como hotéis, restaurantes e padarias. Acompanhado de representantes da igreja católica local e Comtur, Hori entregou o projeto a Associação dos Amigos do Caminho da Fé, em São João da Boa Vista, na sexta-feira (05).

Cada romeiro cria o seu próprio roteiro, passando pelas cidades à pé, jipe, cavalo ou de bike. “Será uma grande conquista, passaremos a receber mais turistas várias vezes ao ano que vão consumir em Jaboticabal, gerando emprego e renda. Entregamos o projeto e, agora, uma equipe especializada irá analisar a estrutura que oferecemos aos peregrinos. Estamos ansiosos para compor a trilha”, enfatiza o prefeito.

O secretário de Indústria, Comércio e Turismo, José Vantini Júnior, informa que o projeto passará por análise de uma comissão. “Um dos primeiros milagres atribuídos a Nossa Senhora foi em um caso de Jaboticabal, que fundou uma das primeiras paróquias do Brasil em homenagem à santa, hoje um dos cinco santuários diocesanos do país. Será um processo longo, mas estamos muito confiantes na aprovação”, finaliza o secretário.

Também participaram da reunião o padre Nei [Rosinei Ernesto da Silva], páraco reitor do Santuário de Aparecida, o pesquisador professor Antônio Paschoal André e Tadeu Oliveira, presidente do Comtur – Conselho Municipal de Turismo.

Caminho da Fé (Brasil) – Inspirado no milenar Caminho de Santiago de Compostela (Espanha), foi criado para dar estrutura às pessoas que sempre fizeram peregrinação ao Santuário Nacional de Aparecida, oferecendo-lhes os necessários pontos de apoio e infraestrutura. A ideia da sua criação ocorreu após um dos organizadores percorrer por duas vezes o conhecido caminho espanhol.

Igreja de Jaboticabal – Uma história de fé e milagres. A Paróquia Nossa Senhora Aparecida é uma das primeiras no Brasil em devoção à santa. Foi criada em 1939 e elevada a santuário diocesano no final de 2017. A história da paróquia começa com o milagre da cura da menina cega de nascença que, acompanhada de sua mãe, dona Gertrudes, saiu a pé de Jaboticabal, sua cidade natal, e recebeu a luz da fé ao visitar a igreja em Aparecida, em 1874. Retornando para Jaboticabal foi construída uma capela de taipa e pilão, que depois viria a ser a Igreja de Nossa Senhora Aparecida. O nome da menina até hoje é desconhecido.

Quadro de Cândido Portinari – O quadro “Menina Cega” foi pintado por Cândido Portinari para registrar um dos primeiros milagres atribuídos a Nossa Senhora. O artista imortalizou a história em um quadro de pintura a óleo.