• Home »
  • Noticias »
  • Vereador Lucio e Vereadora cassia falam sobre polêmicas na Cãmara municipal.de Sertãozinho
Vereador Lucio e Vereadora cassia falam  sobre polêmicas na Cãmara municipal.de Sertãozinho

Vereador Lucio e Vereadora cassia falam sobre polêmicas na Cãmara municipal.de Sertãozinho

A vereadora cassia falou sobre a polêmica envolvendo o audio da sua conversa com o vice prefeito Niltinho

 O QUE DIZ O PRESIDENTE DA CÂMARA VEREADOR LUCIO

fonte RADIO TOTAL FM

O presidente da Câmara de Sertãozinho, Lúcio Martins de Freitas (PR) afirmou numa entrevista concedida à rádio Total FM 106,1, não temer as apurações que serão feitas pela comissão de ética do Legislativo Municipal a respeito de um suposto mal uso de dinheiro público, que seria caracterizado entre outros indícios, pela utilização do veículo oficial da Câmara para transportar munícipes para outras cidades.
Lúcio da Rádio (como é conhecido), disse ainda que sofre perseguição política de determinado grupo e que existe uma “máfia” dentro da Câmara que está sendo combatida por ele.
“Não existe dano ao erário, mesmo porque devolvi toda verba solicitada para a viagem até São Paulo. Estou na Casa há 26 anos e nunca cometi nenhuma irregularidade”, pontuou.
O presidente disse ainda que o que está incomodando os demais vereadores são as mudanças propostas por ele.
“Sobre a utilização do carro, não tinha um rigor no controle e quando começamos controlar, incomodou alguns vereadores que utilizavam o veículo para irem almoçar, para ir e voltar em vários locais na cidade. Em viagens, todos sempre levaram outras pessoas, agora isso não vai mais acontecer. Todos vão sentir na pele”, disse.
O presidente disse ainda que conquistou grandes avanços para o Legislativo em menos de 90 dias.
“Estamos repaginando o jardim da Câmara, vamos implantar a rádio e TV Câmara, economizar o dinheiro investido na STZ TV, que faz a transmissão atualmente, os funcionários agora estão cumprindo o horário normal de trabalho, enfim, muita coisa que incomoda quem está numa zona de conforto ou só sabe me criticar dia e noite”.
No final da entrevista, Lúcio disse ainda que sofre ameaças de funcionários e que existe uma “máfia” dentro da Câmara que precisa ser combatida.
“É uma verdadeira perseguição política. Aqui temos que trazer a polícia federal, para nos escoltar, tamanho absurdo que temos observado quando contrariamos um ou outro. Até bomba jogam na porta da minha casa”, finalizou.

fonte RADIO TOTAL FM