Prefeitura acerta últimos detalhes para implantação do projeto Abraçar

Prefeitura acerta últimos detalhes para implantação do projeto Abraçar

Prefeitura acerta últimos detalhes para implantação do projeto Abraçar

Vice-prefeito Vitório De Simoni visitou Campinas no ano passado
para conhecer detalhes de perto

Na quinta-feira (07), aconteceu o último treinamento antes da implantação do projeto Abraçar em Jaboticabal, com a palestra do idealizador Carlos Andriani, diretor da Associação Douglas Andreani (ADA). Com pequenos gestos, a mudança na recepção dos alunos, no trato em sala de aula e nos conceitos de amizade, companheirismo, amor e civismo, o projeto pretende transformar o ambiente dos alunos e contagiar inclusive a relação com os pais e familiares.

A iniciativa idealizado pelo professor Carlos Andriani, diretor da Associação Douglas Andreani (ADA), foi implantada em uma escola de periferia de Campinas e vem alcançando excelentes resultados.

Ficamos emocionados com a palestra do professor. A ideia de trazer o projeto para Jaboticabal foi do Dr. Edu Fenerich, que esteve em Campinas com nosso vice-prefeito, Vitório De Simoni, e a equipe da Secretaria de Educação para conhecer detalhes. Tenho certeza que em breve vamos colher muitos frutos”, diz o prefeito José Carlos Hori.

Cotidiano nas unidades – O dia dos pequenos começa com muito amor – são recepcionados com um beijo e um abraço. A meditação e os abraços coletivos são as primeiras atividades, fortalecendo o grupo e os valores a serem transmitidos. Os professores optam por brincadeiras antigas, como “elástico”, passa anel, pique pega, bola, brinquedos de montar e, muitas vezes, organizam teatros em que os personagens ganham vida nas mãos da garotada – as apresentações são finalizadas sempre com uma bonita lição moral.

Fevereiro foi muito intenso para todos. Realizamos uma série de atividades relacionadas ao Projeto Abraçar e encerramos com o professor Carlos. Aprendemos que podemos propiciar aos nossos alunos fatores que transformam o seu mundo e que faça com que todos vejam o futuro com mais otimismo e esperança”, explicada o secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Leonardo Yamazaki.