Dengue tipo 2 preocupa a região e Jaboticabal trava batalha contra o Aedes

Dengue tipo 2 preocupa a região e Jaboticabal trava batalha contra o Aedes

Dengue tipo 2 preocupa a região e Jaboticabal trava batalha contra o Aedes

Ações preventivas devem ser adotadas por toda população, evitando água parada e eliminando possíveis criadouros

Com casos confirmados e mortes registradas na região, todos os esforços estão voltados no combate ao aedes aegypti. Em Jaboticabal, as equipes estão em campo fazendo vistorias, orientando a população e eliminando focos do mosquito encontrados em residências, estabelecimentos e terrenos baldios.

Até o momento foram registrados 10 casos de dengue em Jaboticabal. “Vivemos um momento do ano propício para a proliferação do aedes. As chuvas rápidas seguidas de sol proporcionam o ambiente necessário. O poder público faz a sua parte, mas a população precisa se atentar sobre a sua responsabilidade em evitar a formação de criadouros. Apenas juntos vamos vencer a guerra contra a dengue”, reafirma o secretário de Saúde, João Roberto da Silva.

Cuidados necessários – O combate ao Aedes aegypti também evita outras arboviroses como febre amarela, zika e chikungunyaA população precisa verificar os locais de difícil acesso, como atrás de máquinas de lavar, calhas, telhados, recipientes de água do descongelamento atrás das geladeiras e ralos abertos. Bebedouros de animais e bandejas de ar-condicionado também devem ser verificados constantemente.

Notificação de casos – Ponto importante na definição das ações preventivas realizadas no município, as notificações devem ser feitas nas unidades básicas de saúde. O material colhido é encaminhado para laboratório que informa os resultados. “Nossas equipes definem os pontos da cidade onde esses pacientes moram e as ações necessárias em cada região, por isso é tão importante que todos os casos suspeitos, sem exceção, sejam informados”, adverte João Roberto.