Chamando mesa diretora de traidores, vice presidente da Câmara de Taquaritinga deixa cargo

Chamando mesa diretora de traidores, vice presidente da Câmara de Taquaritinga deixa cargo

A matéria é do jornal O DEFFENSOR , onde o vereador Marcos Bonilla chama os demais componentes da mesa, inclusive o presidente Rodrigo de Pietro de traidores.

VEJA MATÉRIA

Na tarde desta sexta-feira, 30 de novembro, o vereador e atual vice-presidente da Câmara Municipal de Taquaritinga Marcos Rui Gomes Marona, o popular Bonilla, protocolou na secretaria da Casa de Leis a renúncia do cargo que ocupava na mesa diretora do Legislativo.

Questionado pelo jornalista Gabriel Bagliotti, Marona afirmou que “protocolei minha renúncia hoje a tarde, passa a valer depois que for lida na próxima sessão”.

Marcos “Bonilla” foi taxativo ao asseverar que “não sento ao lado de traidores e nem compartilho das responsabilidades inerentes ao cargo com quem me traiu”.

Uma clara referência ao presidente Rodrigo De Pietro e ao segundo secretário, Professor Caio Porto. Que seguindo informações optaram em apoiar José Roberto “Betto” Girotto e não Marona, como havia sido acordado pelos pares no início da legislatura.

A época, nove vereadores se uniram e formaram um grupo que culminou com a eleição de De Pietro e com a promessa de que nos dois últimos anos o presidente seria “Bonilla. Na oportunidade o grupo era composto pelos vereadores Marcos Marona, Rodrigo De Pietro, Professor Caio Porto, Gilberto Junqueira, Joel da Joctel, Tonhão da Borracharia, Juninho Previdelli e Valcir Zacarias.

Perguntado por Bagliotti se “Bonilla” tinha o conhecimento se o vereador Junior Previdelli o acompanharia nesta decisão, Marcos não garantiu, mas disse que “parece que ele fará na segunda-feira”.