JUSTIÇA Acusados da morte do jovem Breno são condenados em Barrinha

JUSTIÇA Acusados da morte do jovem Breno são condenados em Barrinha

JUSTIÇA!

O jovem Breno Amando da Silva Ribeiro, quando retornava do trabalho para sua residência, foi brutamente assassinado, no dia 06 de fevereiro de 2015, um crime hediondo, que até hoje, deixou os familiares e a nossa cidade muito abalados. Os assassinos por motivo desprezível, sem nenhuma hesitação premeditaram o assassinato, agiram a traição, deixando a vítima impossibilitada de defesa.

Em resposta à sociedade o Poder Judiciário, nesta quinta feira, 30 de agosto de 2018, na cidade de Sertãzinho, foram julgados e condenados pelo Tribunal do Júri, dois dos assassinos do saudoso jovem Breno Anando da Silva Ribeiro, o julgamento durou 14 horas, o júri acatou a tese do Ministério Público, mantendo a condenação proposta, inclusive com as qualificadoras.

ROMÁRIO DE JESUS LOPES (filho de Aidano Valdir Lopes e Maria Clemência Lopes), foi condenado a 20 anos de prisão e

EVANDRO HENRIQUE DA SILVA (filho de Maria Helena Ferreira da Silva) foi condenado a 24 anos de prisão.

Os outros dois assassinos ainda não foram condenados, sendo o processo desmembrados.  O advogado de JEAN CARLOS DA ROCHA SILVA, não compareceu e não justificou sua ausência, dessa forma, será designado novo julgamento. Em razão do outro comparsa NATÂ LEANDRO LÚCIO, houve sentença de pronúncia e será submetido ao júri popular, em razão de ele encontrar-se foragido, aliás, quem souber qualquer notícia sobre o paradeiro de NATÃ, ligue para o disque denuncia e ajude a se fazer Justiça!!!

Importante destacar o brilhante trabalho do promotor, Dr. José Gaspar Figueiredo Menna Barreto, compromissado com os interesses da sociedade, mantendo um posicionamento resiliente e ímpar nas suas alegações, zelando pela justiça e tratando todos com muito respeito, principalmente as famílias vitimizadas pela marginalidade que assola nossa região interiorana do Estado de São Paulo.