Porque a Carlos Tonnani esta se tornando a rodovia da Morte?

Porque a Carlos Tonnani esta se tornando a rodovia da Morte?

Uma dura constatação. a rodovia Carlos Tonnani, tem registrados acidentes em demasia. Apesar da estrada testar em boas condições de trafegabilidade, bem sinalizada o que vemos é que os acidentes se multiplicam . Nesta primeira semana de junho, 3 vítimas fatais foram registradas neste trecho de apenas 60 kms.

Apesar das boas condições da estrada, vemos que não existe nenhum controle sobre a velocidade e se faz necessária a implantação urgente de radares e mecanismos para controle da velocidade. Ou nossas autoridades se atentam e solicitam isso imediatamente, ou veremos o número de vítimas fatais aumentarem.

Em nota a Triangulo do sol falou sobre o assunto:

A AB Triângulo do Sol informa que trabalha continuamente na recuperação, modernização e conservação das rodovias sob sua gestão, com foco no conforto e, sobretudo, na segurança dos usuários. Através do Programa de Concessões de Rodovias do Estado de São Paulo, em 20 anos, a concessionária investiu cerca de R$ 4 bilhões em melhorias no sistema rodoviário que administra. Especificamente na Rodovia Carlos Tonani (SP-333), entre Sertãozinho e Jaboticabal, a AB Triângulo do Sol informa que, nos últimos dez anos, houve redução na ordem de 60% no número de acidentes com vítimas fatais.

Entretanto, os atores do trânsito (pedestres, ciclistas, caminhoneiros, motociclistas e motoristas em geral) também podem contribuir para um trânsito melhor adotando atitudes e comportamentos mais seguros nas vias.

De acordo com informações do Infosiga SP, sistema do Governo do Estado de São Paulo que contabiliza os óbitos decorrentes de acidentes de trânsito nos municípios paulistas, 94% dos acidentes com vítimas fatais registrados no Estado tem como uma das causas a falha humana.

Quanto à velocidade permitida no trecho em questão, a concessionária informa que a atual está de acordo com o estabelecido em normas e padrões rodoviários e há sinalização informando o limite máximo permitido. A AB Triângulo do Sol informa ainda que a fiscalização de trânsito, bem como o policiamento de trânsito, a emissão de autos de infrações (multas), a localização e a operação de radares fazem parte do conjunto de serviços não delegados à concessionária, sendo estas atividades de atribuição exclusiva do Poder Público.

 

AB Triângulo do Sol I Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo

A concessionária AB Triângulo do Sol é responsável pela administração de 442 quilômetros de rodovias que compreendem o Lote 9 do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo: Rodovia Washington Luís (SP-310), entre São Carlos e Mirassol; Rodovia Brigadeiro Faria Lima (SP-326), de Matão a Bebedouro; e Rodovia Carlos Tonanni / Nemésio Cadetti / Laurentino Mascari / Dr. Mario Gentil (SP-333), entre Sertãozinho e Borborema.