Confusão marca o Carnaval 2018 em Pontal

Confusão marca o Carnaval 2018 em Pontal

O carnaval na  cidade de Pontal foi marcado por muita confusão. Tudo começou na sexta feira, quando houve tumulto e depredação a lojas na cidade. A partir dai houve uma ação da policia para coibir abusos, e segundo relatos de moradores houve muita confusão e até agressão, conforme relatos:

Ontem levei um tiro hj apanhei  – unica coisa que queria era curtir o carnaval como todo mundo fais mais em pontal e tudo diferente parece que e crime carnaval.

A corrida municipal de carnaval de hoje, foi por mais de um motivo kkk, 1 – Policia, 2 – bomba(não de pm) 3 – briga, 4 – briga, 5 – briga de novo, 6 – vidro do Itaú quebrado, é isso, assim foi o Carnaval Pontalense dessa noite. Ja que o prefeito nao pode fazer um carnaval civilizado, vai a moda do povo

A Prefeitura soltou esclarecimentos sobre o assunto:

Diante dos últimos acontecimentos relacionados às festividades carnavalescas na cidade, o Município de Pontal novamente vem a público esclarecer o que segue:

1. Seguindo sua política de bom trato com o dinheiro público, o Município esclarece que optou por não investir recursos públicos consideráveis nas festividades de carnaval, especialmente diante do alto custo que uma festa de médio/grande porte geraria com palco, sonorização, atrações musicais, segurança, banheiros químicos, entre outros.

2. Ainda assim, alguns blocos carnavalescos tradicionais da cidade optaram por sair às ruas. A administração incentiva essa prática.

3. A administração reafirma seu papel suplementar na segurança pública, sendo que o responsável por essa pasta, segundo a constituição federal, é do governo do estado, através das Polícias Militar e Civil. A Prefeitura, o prefeito ou qualquer autoridade municipal não tem nenhum poder sobre essas corporações.

4. O Prefeito Municipal, assim como todos os comerciantes, tem sofrido com os atos de vandalismo praticados pela cidade nas últimas madrugadas, tanto em relação às suas lojas como em relação à sua própria residência. Além de repudiar a atitude dos criminosos, repudia também qualquer abuso de autoridade eventualmente praticado. Infelizmente, o Município pode fazer muito pouco com relação à repressão a esses atos criminosos, sobretudo em função de não ser o responsável constitucional pela segurança pública. A Guarda Civil Municipal que, como o próprio nome diz, não é uma organização militar, atua na medida da sua competência para auxiliar os trabalho das polícias e tem feito isso nesses momentos de crise.

5. Acreditamos em todas essas instituições. Confiamos que a Polícia Civil, durante a investigação que já está em curso, identificará todos os responsáveis e os encaminhará ao Poder Judiciário para as punições da lei.

6. Ressaltamos o caráter pacífico da nossa cidade e acreditamos também na crença fundamental da bondade do povo pontalense. Nosso povo ordeiro e de bom coração não se confunde com essa turba de vândalos que tem causado terror nas últimas madrugadas de Pontal.

Adm. 2013/2020
Trabalhando para o povo!

VEJA FOTOS E VIDEO DO JORNAL DA CLUBE