Matão teve a festa de reveillon mais cara da região 132 Mil reais foram gastos

Matão teve a festa de reveillon mais cara da região 132 Mil reais foram gastos

Depois de reclamar o ano de 2017 que a Prefeitura de Matão estava em dificuldades financeiras, de ter cancelado Carnaval por falta de dinheiro, de ter deixado parada obras como o  túnel da Liberdade e a Ponte do São Jose, depois de atrasar pagamentos de médicos que abandonaram a rede publica, depois de ter deixado faltar remédios na Farmácia Municipal, o Prefeito Edinardo Esquetini, no último dia do ano resolveu abrir os cofres públicos e fazer uma festa onde o gasto de dinheiro público foi anormal, cerca de R$ 132.000,00.

Enquanto cidades como Jaboticabal e Guariba restringiram gastos, e outras cidades deixaram mesmo de fazer o evento, respeitando o dinheiro público, o prefeito Edinardo Esquetini foi na contra mão e resolveu fazer uma gastança.

A Prefeitura fala em 12 mil pessoas pessoas presentes no evento. Populares falam que este publico não chegou sequer a metade, e o dinheiro público foi gasto com:

VIGILÂNCIA  – r$ 25.499,97 – EMPRESA DE BAURU

ORGANIZAÇÃO DA FESTA r$ 79.400,00 – EMPRESA DE AMERICO BRASILIENSE

SHOW KATINGUELE – r$ 26.250,00