Matão perde Delegada  de Defesa da Mulher, que se aposentou

Matão perde Delegada de Defesa da Mulher, que se aposentou

A delegada Maria Imaculada da Silva Ricolde já se desligou da DDM ao se aposentar, mas faz um agradecimento a todos os matonenses pelo respeito e compreensão. Ela foi embora, com certa Mágoa.

Ela disse em entrevista que sua única Mágoa foi de não ter trabalhado no Prédio da Delegacia em Defesa da Mulher, que está abandonado há muito tempo e o custo para terminar a obra pode dobrar.

“Tinha até escolhido a minha sala, onde deixaria os quadros de minha família, mas infelizmente isso não aconteceu e é triste ver o prédio na situação em que está”.

Ela disse, ainda, que alertou os superiores sobre sua aposentadoria, mas até agora nenhum substituto foi anunciado. E o pior, é que a funcionária Jô vai se afastar da DDM e outra já anunciou sua saída.

‘Mas, deixo aqui meu carinho e sincero agradecimento a todas as pessoas que compreenderam meu trabalho, que me ajudaram, principalmente da imprensa, Ministério Público e amigos da Policia’.

Imaculada, que recentemente perdeu o grande parceiro de sua vida, o Ricolde, vai acompanhar os estudos da filha Rafaela, da mãe e outros familiares que residem em Ribeirão Preto.

Na verdade, nós matonenses também agradecemos a delegada Imaculada, pois com seu trabalho pode salvar muitas crianças de tarados, verdadeiros monstros, como pais, avós e parentes que abusavam das mesmas.

FONTE MATÃO URGENTE