Curso gratuito a distância da USP tem inscrições prorrogadas

Curso gratuito a distância da USP tem inscrições prorrogadas

A Universidade de São Paulo em parceria com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas do Ministério da Justiça e com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) está promovendo a 2ª edição do curso “Integração de Competências no Desempenho da Atividade Judiciária com usuários e dependentes de drogas”. São 30 mil vagas disponíveis para o curso gratuito a distância com certificado. Inicialmente as inscrições terminariam no dia 31 de maio, mas a USP prorrogou o prazo e aceitará fichas e documentos de novos interessados até o dia 30 de junho de 2015.

Inscrições e requisitos para o curso gratuito da USP
Os inscritos devem ter no mínimo o ensino médio completo, ter acesso a um computador com internet e saber usar as ferramentas básicas para poder acompanhar o curso.

Os candidatos devem ficar atentos, pois não basta preencher a ficha de inscrição no site, é necessário mandar uma série de documentos disponibilizados no edital para o email informado. Dentre eles a cópia digitalizada de: comprovante de residência atualizado com CEP; carteira de identidade; CPF e Certidão de Casamento, quando for o caso. Não há taxa de inscrição.

Detalhes sobre o curso e processo seletivo
Com duração de 120 horas ofertadas em 3 meses, a instituição ainda oferece certificado de extensão universitária aos que tiverem bom aproveitamento nas avaliações. Todas elas são virtuais, ou seja, não há gasto com deslocamento para participar do curso gratuito. Terão direito a ele os participantes que conquistem um aproveitamento de 70%. Além disso, é necessário ter 85% de atuação nas aulas e atividades virtuais.

Embora todas as pessoas possam se inscrever, o curso é voltado para pessoas que atuem nas Varas da Infância e da Juventude (VIJs), nos Juizados Especiais Criminais (JECs), juízes, entre outros profissionais ligados á área de direito. Por isso, durante a seleção eles terão preferência em ocupar uma das 30 mil vagas disponíveis. O mesmo acontecerá com os profissionais que atuam em áreas como: saúde, direito, segurança pública, assistência social e pedagogia. Mais informações no edital disponível no mesmo site da inscrição.