• Home »
  • Jaboticabal »
  • Ambientalistas se decepcionam com audiência pública na câmara . Eles foram proibidos de se manifestar
Ambientalistas se decepcionam com  audiência pública na câmara . Eles foram proibidos de se manifestar

Ambientalistas se decepcionam com audiência pública na câmara . Eles foram proibidos de se manifestar

Ambientalistas reclamam de audiência pública na câmara . Eles foram proibidos de se manifestar durante audiência:

Veja o que dizem os ambientalistas:

Orlando – QUANDO UMA AUDIÊNCIA PÚBLICA NÃO É VÁLIDA?

A Audiência Pública e, conseqüentemente, a decisão que foi tomada ou lei aprovada com base em sua realização, poderão ser anuladas quando não forem garantidas as condições para a efetiva
participação popular. Elas podem ser anuladas quando:

• A falta de divulgação prévia e em tempo razoável das informações sobre o tema a ser discutido;

• A escolha de um local inadequado para a realização da Audiência;

• A falta de acessibilidade, por exemplo, se a Audiência for realizada em um local em que não haja circulação de transporte público ou que não seja acessível para pessoas com deficiência;

• A restrição do número de participantes ou do direito de voz dos participantes de forma a impossibilitar um debate amplo sobre o tema discutido.

O MINISTÉRIO PÚBLICO PODE SER ACIONADO PARA INVALIDAR UMA AUDIÊNCIA PÚBLICA QUE TIVER ALGUM DESSES PROBLEMAS, ANTES OU DEPOIS DE SUA REALIZAÇÃO.

Veja o que dizem outros ambientalistas:

Hoje, fomos até a Câmara Municipal, participar de uma Audiência Pública tendo como tema a Chácara Dr. locke, repito “fomos participar de uma Audiência Publica” certo ? como o próprio nome sugere, seria sim a resposta! afinal uma “Audiência publica deve se caracterizar pela manifestação dos participantes. Estes não vão à Audiência apenas para ouvir, mas para questionar,dar opiniões, buscar informações sobre o tema e pressionar o Estado para que este seja mais democrático na tomada de decisões, realizando assim o controle social” deveria, ser dessa forma representar discutir e ter ampla participação, más esta se tornou revoltante pois o direito e uma maioria la presente de expressar sua opinião foi resumida a uma minoria pois alguns membros da casa decidiram isso previamente, abstendo varias pessoas de expressar sua opinião, alegando que o tempo iria se estender muito, eu como um municipe pergunto, somo em aproximadamente 80mil habitantes em jaboticabal, e acho que 3 pessoas de cada lado que conseguiram falar, não é representativo não certo ?, ainda mais que esse numero de 3 pessoas não foi decido pela maioria, mais sim ditado, “é isso e pronto”, a boa e velha ” livre e expontanea pressão”( pressão sim pois se vc não é respeitado e não se tem dialogo o nome é pressão se alguém tiver um nome mais bonitinho fique a vontade más a ideia de pressão continua), outra coisa que não entendo é, um membro decidir hora que devemos sair da câmara encerrando a discussão, perguntinha a Audiência é publica certo ?. más como a discussão é encerrada só nos resta abaixar a cabeça e ir embora, ou não ? acho que democracia não é isso, não sou ignorante de não saber que existe regras e elas devem ser cumpridas más o que revolta é não ter a sua opinião ouvida em um lugar publico onde a ideia de realizar a mesma é ouvir a população, por decisão de uma comissão previa a qual não participamos, se sentindo revoltado, más fico feliz que 2016 esta ai e que mude jaboticabal!

matérias relacionadas – http://jornalcidadesonline.com.br/site/2015/05/audiencia-publica-discute-hoje-destino-da-chacara-dr-locke/