Notícia Policial
EX COMANDANTE DA GUARDA CIVIL DE SERTÃOZINHO e DIRETOR ATUAL DO SAMU É DENUNCIADO POR ASSEDIO SEXUAL
Postado em 08/08/2020

EX COMANDANTE DA GUARDA CIVIL DE SERTÃOZINHO e DIRETOR ATUAL DO SAMU É DENUNCIADO POR ASSEDIO SEXUAL

EX COMANDANTE DA GUARDA CIVIL DE SERTÃOZINHO e DIRETOR ATUAL DO SAMU É DENUNCIADO POR ASSEDIO SEXUAL

Duas denuncias foram feitas por funcionarias públicas sobre assédio sexual praticado pelo ex comandante da Guarda e atual diretor do SAMU TASC. Segundo relato das funcionárias o mesmo teria praticado importunação sexual por mais de um vez.

 - Ele me assediava durante o curso, me segurando pelo braço e falando que estava linda, que estava bonita. Me pedia pra ir até a direção onde pedia abraços. A autora de uma das acusações ainda relata que tomava banho na sede da guarda o autor ameaçava entrar dentro do banheiro e fazer sexo com ela. A partir dai ela procurou o corregedor e foi ameaçada pelo comandante que falava que iria colocar a mesma no pior lugar, que não iria pagar horas extras, além de outras ameaças.

Esta foi uma das denúncias lavrada em boletim de ocorrência 385/2020. Recentemente ele foi transferido para o SAMU, onde também continuou assediando mulheres, segundo as denúncias. 

Em outro boletim de ocorrência de número 383/2020, uma outra funcionária também fez denúncias parecidas contra o mesmo homem. As autoras se dizem cansadas de perseguição e das investidas sexuais do autor, que atualmente é diretor do SAMU.

A  funcionária afirma que foi assediada várias vezes pelo autor, que chegou a ser agarrada por ele em uma ocasião e que o mesmo ficava falando diversas besteiras pra mesma. O autor ainda teria levado vinho e chamado a mesma pra beber, o que foi recusado por ela. A mulher ainda afirma que o diretor afirmava que só deixaria a mesma usar a sala de exercícios se fosse no mesmo horário que ele além de diversas outras abordagens que a mesma considerou imprópria.

Os dois casos viraram boletim de ocorrência e a partir da agora o caso deve ser investigado.

.



Jornal Cidades ⓒ Copyright 2020