Notícia de Barrinha
PITANGUEIRAS, BARRINHA , DUMONT E PONTAL NÃO TEM MAIS LEITOS UTI SUS PRA PACIENTES
Postado em 17/06/2020

PITANGUEIRAS, BARRINHA , DUMONT E PONTAL NÃO TEM MAIS LEITOS UTI SUS PRA PACIENTES

PITANGUEIRAS, BARRINHA , DUMONT E PONTAL NÃO TEM MAIS LEITOS UTI SUS PRA PACIENTES

Uma realidade que parecia tão longe chegou em nossa região. Infelizmente na data de ontem uma paciente da cidade de Pontal penava pra cosneguir uma vaga na UTI da região. A situação pode acontecer agora com maior frequência, já que a própria Prefeitura de Sertãozinho deixou bem claro que existem apenas seis vagas para a UTI para as cidades da região. As demais vagas são exclusivamente para pacientes de Sertãozinho, segundo a nota da prefeitura daquela cidade. 

A informação veiculada pela EPTV de que não havia masi vagas na UTI em Sertãozinho foi confirmada em uma entrevista de Secretaria de saúde de Sertãozinho, que esteve no programa SVTI.
Ela confirmou que as 5 UTI do sistema regulador SUS que atende Pontal, Barrinha, Pitangueiras e Dumont, estão 100% ocupadas, e não tem mais vagas. O sistema regulador também destina algumas vagas para Ribeirão Preto, mas que também esta com poucas vagas disponiveis.
As UTI destinadas apenas aos moradores do município de Sertãozinho estão com 58% de ocupação.

VEJA O QUE DIZ A NOTA DA PREFEITURA DE SERTÃOZINHO SOBRE AS VAGAS

Atualmente, Sertãozinho conta com 12 leitos de UTI Covid, sendo que 6 deles estão credenciados junto ao sistema regional de regulação e os outros 6 foram disponibilizados no sistema de uso do município, para atendimento exclusivo aos moradores da cidade, se necessário.

- No momento, os 6 leitos de regulação estão totalmente ocupados; porém, como na verdade o município conta com um total de 12 leitos, a taxa de ocupação atual é na realidade de 58%, com 7 leitos ocupados no total e outros 5 disponíveis.

As secretarias de saúde deste municipios não se pronunciaram.


. Barrinha tem 68 pacientes confirmados com COVID 19, Dumont tem 8 confirmações, Pontal tem 68 casos confirmados e Pitangueiras 41 casos confirmados.

FICA A PERGUNTA - E AGORA PREFEITOS COMO AGIR ?? COMO RESOLVER A SITUAÇÃO JÁ QUE SE ALGUMA DESTAS CIDADES PRECISAREM PODME NÃO TER PRA ONDE ENCAMINHAR O PACIENTE. FALTOU INVESTIMENTO, PLANEJAMENTO E A SITUAÇÃO É MUITO COMPLICADA.

 

.



Jornal Cidades ⓒ Copyright 2020