Notícia de Matão/Taquaritinga
Prefeitura de Matão amplia ações para o combate à Covid-19
Postado em 20/02/2021

Prefeitura de Matão amplia ações para o combate à Covid-19

Prefeitura de Matão amplia ações para o combate à Covid-19
 
Desde o dia 20 de janeiro, Matão recebeu apenas 5 remessas de vacinas das marcas: CoronaVac e Oxford, totalizando 4.083 doses. Deste total, foram aplicadas até a manhã de quinta-feira (18), 3.535 doses distribuídas entre os grupos considerados prioritários, ou seja, em profissionais que atuam na linha de frente da saúde: do “Hospital Carlos Fernando Malzoni”; da Rede Pública e profissionais que atuam na prestação de serviços na área da Saúde do setor privado. Além disso, também foram imunizados idosos com idades acima de 90 anos, idosos residentes no “Lar São Vicente de Paulo” (Asilo), e das demais Instituições de Longa Permanência (casas de repouso). Nesta semana está em andamento a imunização de idosos com idades entre 85 e 89 anos e a aplicação da segunda dose em 920 profissionais da Saúde.
Com relação a testagem, o município dispões do exame RT-PCR e Testes Rápidos para trabalhadores das áreas da saúde e segurança, idosos com idade acima de 60 anos e pessoas com comorbidades. Pessoas internadas com suspeita de Covid-19 também são testadas.
 
O prefeito Adauto Scardoelli, reiterou que “o mais importante é a preservação da vida das pessoas e por isso a testagem deste público se faz de extrema importância, já que estão na linha de frente nessa difícil batalha”. Estima-se que o aumento do número de pessoas infectadas na região, fez com que algumas pessoas procurassem o teste com mais frequência. Neste sentido houve um aumento de 37,59% de testes e exames realizados. Já na Rede Privada, especificamente em laboratórios particulares, o aumento foi de 71.93%. Deste total de testes e exames realizados nos setores público e privado de Matão, 59,55% das pessoas testadas tiveram confirmação da Covid-19.
O secretário da saúde Ademir de Souza, explicou que “estes testes e exames, que mostram-se insuficientes para atender a demanda crescente, são adquiridos pelos estados e municípios, conforme a disponibilidade dos recursos do Ministério da Saúde, órgão comandado pelo Governo Federal”.
 
Na busca pela diminuição de casos da doença, a Prefeitura de Matão intensificou, desde a semana passada, importantes ações, com vistas na fiscalização de possíveis aglomerações clandestinas, bem como a divulgação de campanha publicitária local , que visa a sensibilização e conscientização de todos. Faixas foram afixadas em pontos estratégicos da cidade; cartazes foram colados em instituições públicas; panfletos chegam as mãos do matonense. As mensagens escritas no material publicitário chamam a atenção dos cidadãos para a importância da “Preservação da Vida”, a partir dos cuidados com a higienização das mãos, uso de máscara e a não aglomeração.
A campanha “A Covid pode matar” é realizada pela Prefeitura de Matão em parceria com o Hospital “Carlos Fernando Malzoni” e também tem seu material estampado em busdoor (anuncio em ônibus), ação em parceria com a Viação Paraty e Publiout que garantem a exibição da mensagem em placas fixas e ônibus que circulam pelo município.
A Unimed de Araraquara, preocupada com o crescimento de casos de Covid-19 em nossa região e com a missão de cuidar e levar informações a toda população, criou a campanha “Luta por quem você ama ou Luto por quem você ama – A escolha sempre será sua". Para tal, foram fechadas parcerias com as Prefeituras da região, entre elas, Matão que abraçou a iniciativa auxiliando na divulgação por meio de faixas.
Semanalmente o Secretário da Saúde e o prefeito Adauto Scardoelli recebem as orientações dos especialistas do Comitê de Contingência da Covid-19 e participam de reuniões online com representantes do Governo Estadual e Diretoria Regional de Saúde de Araraquara (DRS III), além do constante relacionamento com o Hospital de Matão para que de acordo com a realidade local, iniciativas sejam tomadas.
Desde o começo da atual gestão, ações permanentes acontecem com outras esferas unidas como o Ministério Público, Polícia Militar, Guarda Municipal, Vigilância Sanitária, Departamento de Trânsito e Departamento de Fiscalização.“Todos sabem o que precisa ser feito para reverter este quadro perigoso de infecção acelerada, e as autoridades também dependem da responsabilidade de cada um. Neste momento precisamos virar fiscais dos nossos familiares e amigos. Agora estamos orientado e percebemos uma mudança de comportamento por parte de alguns. Não queremos endurecer as regras e tomar atitudes mais rígidas, por isso, conto com cada matonense”, salientou o prefeito, Adauto Scardoelli.
 
Confira abaixo o quadro de vacinação:
920 doses - profissionais da Saúde do Hospital e da Rede Pública(1ª dose);
920 doses - profissionais da Saúde (2ª dose);
710 doses - profissionais da Saúde
970 doses - profissionais da Saúde; e idosos com idades acima de 90 anos
563 doses – profissionais e idosos do asilo, casas de repouso e idosos com idades entre 85 e 89 anos

.



Jornal Cidades ⓒ Copyright 2020