Notícia da Região
Suspeito de matar maquiadora transexual vira réu.
Postado em 15/10/2020

Suspeito de matar maquiadora transexual vira réu.

Suspeito de matar maquiadora transexual vira réu.
 
O corretor de seguros José Martins Ayres Júnior, de 55 anos, virou réu pelo assassinato da maquiadora transexual Alice Garrefa, de 25 anos, que teve seu corpo encontrado no rio Piracicaba, em Americana (à cerca de 200 Km de Ribeirão Preto).
Além disso, Júnior teve a prisão temporária convertida para preventiva. A Polícia Civil encaminhou um relatório ao Ministério Público que foi repassado à Justiça, acatando a denúncia.
O crime
Alice era moradora da cidade de Sertãozinho, na região de Ribeirão Preto, e trabalhava como maquiadora, quando desapareceu no dia 3 de agosto.
De acordo com a investigação, a jovem tinha um relacionamento com Júnior, que residia em Florianópolis (SC), e já havia sido ameaçada de morte por ele.
Segundo boletim de ocorrência registrado no dia 4 de agosto, o suposto companheiro teria marcado um encontro com a jovem em um motel de Ribeirão Preto.
A investigação da polícia levantou que Júnior teria contratado uma pessoa para marcar esse encontro com a vítima, sem que ela soubesse da presença do suspeito.
Alice aceitou o convite e ficou cerca de 10 minutos com ele dentro do estabelecimento. Após o encontro, ela saiu em um carro e não foi mais vista até seu corpo ser encontrado no dia 9 de agosto.
Tribuna Ribeirão.

.



Jornal Cidades ⓒ Copyright 2020